Copa do Mundo 2014 – dia 22


Neymar sai de maca da Copa do Mundo, com fratura na vértebra lombar

A notícia caiu como um balde de água fria na torcida brasileira. Nem mesmo a vitória contra a Colômbia, por 2 x 1, garantindo uma vaga nas semifinais, fez o torcedor sorrir tranquilo. Na verdade, o brasileiro teve uns 40 minutos de euforia, desde o apito final do árbitro até a confirmação da notícia de que Neymar está fora da Copa.

O principal jogador brasileiro, o craque e referência do time de Felipão, levou uma joelhada nas costas e fraturou a terceira vértebra lombar. Ainda no gramado, chorava de dor e não conseguia se mexer. Retirado de maca, foi direto ao hospital, onde foi constatada a fratura. Prazo de recuperação entre 4 a 6 semanas.

O Brasil perde, a Copa perde, o futebol perde. Choques e lances desse tipo acontecem aos montes. Mas a comissão técnica da Seleção vem alertando a FIFA e a imprensa que Neymar estava sendo caçado em campo. Já foi assim contra Camarões. A mesma coisa contra o Chile, quando uma pancada no joelho, no início da partida, quase tirou o menino de campo. E ontem, aos 41 do segundo tempo, tomou uma covarde joelhada nas costas, sempre com a conivência dos árbitros.

Depois de 12 anos, a Seleção consegue passar às semifinais. Mas o que se vai falar até o jogo contra a Alemanha, na terça, será sobre Neymar. Quem entrará em seu lugar? Como se comportará o time brasileiro, que deve estar abalado com a perda do craque? Cabe a Felipão e sua comissão resolver. Pode entrar com Willian, a escolha mais óbvia. Pode entrar com Bernard. Ou pode reforçar a marcação, mantendo Fernandinho, com a volta de Luis Gustavo e a manutenção de Paulinho. Pode tentar um volante que sai mais para o jogo, como Ramires ou Hernanes. Acho que ele fecha o time e solta o Oscar para armar as jogadas. Só palpite!

O jogo em si mostrou uma grande evolução do time em boa parte da partida. Tocando mais a bola, com Fred saindo mais da área para participar das jogadas e com Fernandinho e a dupla de zaga não dando espaços para os rápidos colombianos, a Brasil abriu o placar logo aos 6 minutos, com Thiago Silva escorando um escanteio de Neymar.

O time deixou de matar a partida, perdendo vários gols e jogadas de ataque, conforme a Colômbia dava espaços ao Brasil.

O segundo gol saiu apenas na metade do segundo tempo, numa cobrança de falta espetacular de David Luis. Parecia que o confronto estava decidido mas, estranhamente, começaram a aparecer espaços na marcação brasileira. Não foi um domínio colombiano, foi mais uma correria. Júlio César não fez nenhuma defesa importante durante o jogo e só apareceu quando teve que fazer um pênalti no atacante colombiano, que saiu na cara do gol.

James Rodrigues, anulado em boa parte do jogo pela marcação (com muitas faltas) brasileira, cobrou em fez seu sexto gol no Mundial. O jogo ficou nessa toada até a falta recebida por Neymar, que não foi marcada pela marcação de vantagem do Brasil, aos 41 minutos. Final de jogo, 2 x 1 Brasil e Neymar fora da Copa.

No outro jogo, a Alemanha confirmou seu histórico contra a França, vencendo por 1 x 0, gol do zagueiro Hummels, ainda no primeiro tempo. A França bem que tentou, mas esbarrou na boa marcação alemã. O lance final foi um chute de Benzema, que o goleiro alemão Neuer defendeu com propriedade.

Brasil x Alemanha fazem a primeira semifinal, na terça, no Mineirão.

Hoje sai a definição da outra semifinal. Argentina x Bélgica, em Brasília e Holanda x Costa Rica, em Salvador. Acho que dá a lógica e Argentina x Holanda se enfrentarão na quarta, em São Paulo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s