Copa do Mundo 2014 – dia 23


O grandalhão Krull fez a diferença para a Holanda nas cobranças de pênaltis contra a Costa Rica

E deu a lógica nos jogos que definiram a outra semifinal da Copa 2014.

Argentina x Holanda jogarão em São Paulo, na terça-feira, decidindo quem vai para a final, contra o vencedor de Brasil x Alemanha, que jogam no dia anterior, em Belo Horizonte.

O jogo dos argentinos contra a Bélgica seguiu o mesmo roteiro da vitória da Alemanha contra a França. Gol no início do jogo, desta vez de Higuaín, e toque de bola, tentando fazer o tempo passar.

Os argentinos ainda perderam Di Maria, uma das referências do time, ainda no primeiro tempo (e talvez para o restante da Copa). Messi, a outra referência, estava apagado e pouco fez.

A Bélgica esbarrou na eficiente (e surpreendente) marcação da Argentina e pouco incomodou o goleiro Romero.

No final do jogo, como se tornou uma característica desta Copa, aumentou a emoção. Messi saiu livre num contra-ataque, mas na frente do belga Courtois, desperdiçou a chance, batendo em cima do goleiro. E no último lance, o atacante belga Lulaku foi travado pelo argentino Garay, que fez uma excelente partida. Final de jogo, Argentina 1 x 0 Bélgica, com os hermanos chegando a uma semifinal de Copa pela primeira vez desde 1990.

No outro jogo, ocorreu um verdadeiro massacre entre Holanda x Costa Rica. Enquanto os holandeses tentavam de todo jeito furar a melhor defesa da Copa, os costa-riquenhos se fecharam atrás, esperando encaixar um possível contra-ataque. O tentar a sorte nos pênaltis. Nada adiantou Robben, Van Persie e Sneider trocarem de posições, rodarem o campo todo, parecia que a zaga costa riquenha e o ótimo goleiro Navas sempre chegavam no último segundo e impediam o gol holandês.

E assim foi nos 90 minutos do tempo normal e nos 30 da prorrogação. E no último minuto do tempo extra, o técnico holandês Van Gaal surpreendeu a todos e trocou seu goleiro. Saiu Cilensen e entrou o grandalhão Krull, especialmente para defender as cobranças que viriam a seguir.

Para alguns, Van Gaal foi um gênio. Para outros, arriscou muito. O que se viu, no entanto, é que Krull fez a diferença. Pegou duas cobranças da Costa Rica, além de pular no canto certo em todas as cobranças. Como nenhum holandês desperdiçou, a Holanda despachou a Costa Rica e avança para as semifinais, assim como ocorreu em 1998 e 2010.

Brasil x Alemanha e Holanda x Argentina. São esses os jogos! Como acontece na maioria das vezes, nessa fase só chegam grandes seleções!

Analisando friamente, o Brasil, sem Neymar, não é favorito contra a Alemanha. Mas joga em casa, tem um motivador no banco, Felipão, e não tem nada a perder. Ainda acho que passa e faz a final no dia 13, contra a Argentina. Apesar dos holandeses terem feito melhores partidas nessa Copa, acho que vai acontecer a final dos sonhos: Brasil x Argentina, no Maracanã.

Nova versão do Maracanazzo ou a redenção da nova Família Scolari?

Anúncios

Um comentário sobre “Copa do Mundo 2014 – dia 23

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s