Copa do Mundo 2014 – dia 18


Robben conseguiu cavar um pênalti contra o México que decretou a classificação holandesa

Neste domingo, ocorreram mais dois jogos de Oitavas de Final nesta Copa.

Jogando em Fortaleza, sob o Sol das 13 horas, o México dominou a Holanda durante todo o primeiro tempo. Ficou a impressão que os holandeses estavam se poupando, pois o que aconteceu depois mostrou toda a força dos europeus.

O domínio mexicano só mostrou que o empate do Brasil contra o mesmo México, foi um grande resultado. Lembrando que o destaque daquele jogo foi o goleiro Ochoa, com quatro grandes defesas.

Voltando ao jogo deste domingo, os mexicanos só conseguiram marcar no início do segundo tempo, num chute de fora da área do atacante mexicano Giovani dos Santos. A Holanda viu então que a vaca laranja estava indo pro brejo e resolveu jogar. E o seu principal jogador, o carequinha Robben, começou a se destacar. Enquanto o técnico mexicano tirava atacantes e tentava congestionar o meio e a defesa, o holandês Van Gaal arriscou e sacou a referência do ataque nesta Copa, Van Persie, colocando Huntelaar, recuando um pouco o Robben.

A pressão holandesa foi aumentando até que aos 42 minutos, num rebote de escanteio, Sneijder acertou um tirambaço de fora da área, sem chances para Ochoa.

Os mexicanos desabaram, pois já estavam se vendo nas Quartas. Sorte dos holandeses que continuaram no ataque e, aos 48, foram agraciados com um penal cometido pelo experiente Rafa Marques em Robben. Huntelaar assumiu a responsabilidade e marcou o gol da virada e da classificação holandesa. 2 x 1 para a Holanda, quando todos os analistas já faziam conjecturas do comportamento do México na próxima fase.

Isso é o futebol!

No jogo das 17 horas, em Recife, aconteceu o que todos esperavam. Nada de grande futebol entre Costa Rica x Grécia.

A Costa Rica era um pouco mais objetiva e conseguiu seu gol, num chute de fora da área de Bryan Ruiz,  logo no início do segundo tempo. O chute foi fraco e a bola entrou mansinha no canto esquerdo do goleiro grego, que ficou parado.

Quando tudo caminhava para a vitória costa-riquenha, que jogava com 10 desde a metade do segundo tempo, novamente os gregos se lançaram ao ataque, assim como aconteceu no jogo contra a Costa do Marfim. E novamente os gregos conseguiram. Apesar de jogar alguma coisa parecida com futebol, não se pode negar a entrega dos jogadores helênicos. Aos 45 do segundo tempo conseguiram o empate com Sokratis, que pegou o rebote do goleiro rival após um chute de Gekas.

Nada de útil aconteceu na prorrogação. Parece que os dois times, extremamente cansados após 120 minutos, queriam de qualquer maneira os penais. Ou a limitação de ambos não permitia nada além do que foi mostrado.

Na disputa de pênaltis, Gekas perdeu sua cobrança, defendida pelo goleiro Navas. Na cobrança seguinte, Umaña marcou e decretou a inédita classificação costa-riquenha às Quartas de Final, onde enfrentarão a Holanda.

Amanhã mais dois jogos e a definição de mais uma partida das Quartas. E parece que serão duas barbadas.

Em Brasília, França x Nigéria jogam sob o calor das 13 horas. Destaque para o ataque francês, com Benzema, Valbuena e cia.

E em Porto Alegre, a Alemanha joga seu favoritismo contra a também surpreendente Argélia, adversário que nunca foi derrotado pelos alemães em Copas do Mundo.

Hoje está fácil palpitar: dá Alemanha x França, nas Quartas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s