Copa do Mundo 2014 – dia 3


Balotelli comemora o gol da vitória italiana contra a Inglaterra

Quatro jogos agitaram este primeiro sábado da Copa 2014. Teve jogo para todos os gostos e nações, nesta Copa que vem surpreendendo pelo nível dos jogos e quantidades de gols!

No primeiro jogo, a Colômbia, mesmo sem o craque Falcão Garcia, bateu a Grécia num clássico 3 x 0. O gol do ex-palmeirense Pablo Armero, no começo do jogo, facilitou as coisas para os colombianos, que ainda tiveram a ajuda de uma fanática torcida que invadiu Belo Horizonte.

O segundo jogo, Uruguai x Costa Rica, proporcionou a primeira zebra da Copa. E logo no chamado Grupo da Morte. Achando que estava jogando contra o adversário mais fraco do Grupo, o Uruguai ainda saiu na frente no primeiro tempo, num pênalti convertido por Cavani. A sensação que deu foi que os uruguaios pensavam que podiam marcar quando quisessem, assistindo de camarote Italia x Inglaterra se matarem no jogo a seguir.

Faltou combinar com os costarriquenhos, que se encheram de vontade e viraram o jogo por 3 x 1, com destaque para Campbell. Ficou difícil agora para o Uruguai, que pega, na seqüência, Inglaterra e Itália.

E foram justamente os próximos adversários do Uruguai que fizeram a partida seguinte, desta vez jogando na sauna de Manaus.

Num jogo emocionante e muito disputado, a Itália comandada pelo gigante Pirlo saiu na frente em uma cobrança de escanteio. Pirlo fez o corta-luz e Marchisio acertou um tiro cruzado, vencendo a defesa inglesa. Quase nem deu para comemorar! Alguns minutos depois, num contra-ataque inglês, Rooney cruzou na medida para o bom Sturridge empatar em 1 x 1.

O primeiro tempo ainda viu duas tentativas da Itália, mostrando que a temperatura amazônica já fazia seus efeitos no time inglês. Na primeira, Balotelli quase marca um golaço de cobertura, mas a defesa inglesa tirou em cima da linha. A segunda tentativa italiana parou na trave inglesa.

O segundo tempo começou e logo a Itália pulou à frente, com Balotelli escorando um cruzamento pela direita. Daí em diante o placar não se alterou, mesmo com a equipe inglesa lutando contra o cansaço, a defesa italiana e a falta de pontaria.

A Itália controlou o quanto pode o ritmo de jogo, liderada pelo maestro Pirlo, que quase no final bateu uma falta no travessão inglês, no estilo Juninho Pernambucano.

A primeira rodada do grupo da morte, quem diria, terminar com a liderança (pelo saldo de gols), da surpreendente Costa Rica.

No quarto e último jogo do dia, já na noite de Recife, o Japão saiu na frente da Costa do Marfim ainda no primeiro tempo. Debaixo de muita chuva e com o craque Drogba no banco, os marfinenses pareciam que não iam conseguir um resultado melhor. A correria japonesa prevalecia ante a força africana.

Foi quando o técnico dos elefantes resolveu colocar Drogba, que não estava em plenas condições físicas, em campo. Apesar de não participar muito do jogo, a simples presença do craque provocou uma mudança no ânimo marfinense. Em menos de 5 minutos, os africanos viraram a partida e controlaram as ações do jogo até o fim.

Numa Copa marcada por viradas e numa impressionante média de mais de 3 gols por jogo, está divertido assistir aos jogos, mesmo das equipes menores.

Neste domingo teremos três jogos, com destaque para França x Honduras no Beira Rio e a favorita Argentina contra o bom time da Bósnia, abrindo o Grupo F. O primeiro jogo do dia será em Brasilia, com a Suiça enfrentando o Equador, pelo Grupo E, o mesmo da França.

E ainda faltam estrear Alemanha e Portugal, estes só na segunda-feira!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s