Choque-Rei


Antonio Carlos provou que tem estrela. Em seu primeiro jogo dirigindo a equipe do Palmeiras, levou a melhor no clássico contra o São Paulo.

A vitória por 2 x 0 não apaga a semana conturbada no Palestra Itália. Mesmo jogando para o gasto, o time verde foi mais atuante que o Tricolor Paulista, apontado por muitos como favorito ao clássico. A diferença entre os times no jogo de domingo foi a maneiro como ambos encararam a partida. Enquanto o São Paulo teve que jogar às vésperas de uma viagem à Colômbia, onde enfrentará o Once Caldas na altitude de Manizales. o Palmeiras, de técnico novo, queria mostrar que a derrota vergonhosa para o São Caetano foi um acidente de percurso, mesmo com a troca do comandante. Os jogadores, motivados pelo novo técnico, queriam mostrar serviço e não deram chance ao São Paulo.

Não que o jogo tenha sido uma maravilha, muito pelo contrário. Mas o controle da partida sempre esteve com os palmeirenses. O São Paulo só tentou sair após levar o primeiro gol, que também só saiu após a expulsão do zagueiro Xandão. Expulsão correta, na minha opinião. O jogador já havia recebido um cartão amarelo no primeiro tempo e segurou o lateral Eduardo no lance em questão. Segundo cartão merecido e expulsão justa.

A se lamentar o baixo público no estádio, apenas 13500 torcedores. Mesmo assim, não faltaram casos de violência entre as torcidas. A maioria das brigas aconteceu longe do estádio. Eu confesso que cheguei cerca de 1 hora antes do jogo, caminhando calmamente pela Rua Turiassu e não vi confusão nenhuma. Ao final do jogo, o mesmo ambiente tranquilo. Fiquei sabendo que houve briga perto da entrada da torcida do São Paulo, na Rua Padre Antônio Thomás. Lamentável o “torcedor” ir ao estádio para brigar com o “torcedor” adversário. Para mim, isso é caso de polícia. Enquanto a legislação for frouxa nesses casos, as brigas serão recorrentes.

Já fui em alguns Palmeiras x São Paulo, a maioria das vezes no Palestra Itália. A sensação é sempre a mesma. Paira no ar o ódio da torcida palestrina em relação ao Tricolor do Morumbi, seja pelas conquistas recentes do São Paulo, seja pela soberba tricolor, seja pelos erros de arbitragem recorrentes à favor do time do Morumbi.

Talvez eu, palmeirense, esteja exagerando sofrendo de mania de perseguição. Mas assistir um Choque-Rei ao vivo, principalmente no Palestra Itália, é sempre emocionate!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s