Acabou a novela


Vagner Love conseguiu o que queria. Depois de apenas 5 gols em 12 jogos, o atacante conseguiu sua transferência para o Flamengo, seu clube do coração atual.

O “Artilheiro do Amor” foi recebido com festa pela torcida palmeirense, que ainda guardava na memória o atacante surgido na Copa SP de 2003, que no mesmo ano conduziu o Palmeiras de volta  à Série A e que, quando foi vendido para a Rússia, em 2004, deixou o Palmeiras na liderança do Brasileiro. Grande engano! O jogador que veio foi aquele que iria jogar no Corinthians, num episódio nunca digerido pela torcida do Palmeiras, que relevou o ato de traição em troca da esperança de gols.

A chegada de Vagner, quando o Verdão liderava o campeonato, era a cereja do bolo para a conquista do título, distante do Palestra Itália desde 1994. Mas o jogador veio pensando mais nele que no time. Em entrevistas, declarou que aceitou voltar ao Brasil para poder ser convocado pelo técnico da seleção. Mesmo que para isso, tivesse que ser fominha e individualista.

O fato é que após sua chegada, o time do Palmeiras entrou em declínio. Faltando 10 jogos para o fim do campeonato, o time liderava com 5 pontos de vantagem para o segundo colocado. Mas em uma amarelada para ficar na história, terminou o ano na quinta colocação, ficando fora até da Libertadores de 2010. Muitos motivos foram especulados sobre a queda de rendimento do time. Ciúmes pelo alto salário do atacante, salários atrasados, desfalques de jogadores importantes (Maurício Ramos, Pierre e Clayton Xavier)… O fato é que VL não encaixou no time e o time não encaixou com VL.

Para finalizar o trágico fim de ano, 3 “torcedores”resolveram agredir o jogador quando ele estava saindo de um banco. Foi o motivo que faltava para o atacante pedir para sair, pedir para jogar no “time de infância”, o Flamengo, coincidentemente, o campeão de 2009.

Depois de intensa novela, o Palmeiras considerou que não valia a pena manter no elenco o traíra, um jogador caro e sem vontade. Hoje veio a confirmação que os russos do CSKA, dono dos direitos do jogador, aceitaram liberá-lo para a Gávea. A imprensa, sempre imparcial, já publicou que a dupla Adriano – VL pode ser considerada a melhor dupla de ataque do país, embora desdenhasse do jogador quando este estava no Palmeiras.

Vagner conseguiu fechar definitivamente suas portas no Palestra Itália. A ingratidão contra o time que o lançou no futebol e que o projetou ao estrelato não tem tamanho. Se não fosse o Palmeiras, ainda estaria escondido na Rússia, longe dos holofotes, em um campeonato de quinto escalão.

Ingratidão é uma das coisas que a torcida não perdoa. Na memória do palmeirense deve ficar a imagem daquele garoto que, entre 2002 e 2004, cansou de fazer gols com a camisa verde, seja no time de juniores, na Série B, no Paulista ou mesmo na Série A. Aquele jogador foi embora em 2004 e não volta mais!

Mas o mundo dá voltas. Seja feliz, Vagner Love. Curta o momento no Campeão Brasileiro de 2009. Não se sabe até quando vai a boa fase! A última alegria que pode dar ao torcedor do Palmeiras seria fazer muitos gols e eliminar São Paulo e Corinthians da Libertadores. Ou talvez seja pedir demais!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s