Copa do Mundo no Brasil – 2014


fonte: Trivela.com
Fred indicado ao prêmio de melhor ator de drama. Para o juiz japonês foi pênalti!

O que parecia um sonho distante quando comecei a acompanhar futebol, na Copa de 82, se realizou na tarde deste 12 de junho de 2014.

Copa do Mundo no Brasil!

Tirando a parte política, os elefantes-brancos em diversos estados, a falta do tal legado, é muito legal e emocionante saber que estamos recebendo a Copa do Mundo por aqui. Confesso que me emocionei quando as seleções do Brasil e da Cróacia entraram no gramado do Itaquerão (ou Arena Corinthians, ou Arena de São Paulo). O hino nacional também foi de arrepiar! Dava para ver nos olhos de alguns jogadores brasileiros que o início do jogo não seria tranquilo. Julio César, Thiago Silva, Neymar, entre outros, estavam tão ou mais emocionados do que eu.

Isso em parte explica o time de Felipão começar a partida sendo pressionado pelos croatas. Na primeira, cabeçada para fora. Na segunda, bola cruzada a partir da Avenida Daniel Alves (seria uma das obras de mobilidade urbana?), o ataque croata atrapalha a si próprio e a Marcelo, que vinha na corrida e não conseguiu impedir que a bola tocasse na sua chutaria colorida e fosse para o gol brasileiro. 1 x 0 contra, na abertura da Copa, jogando em casa! Que dureza!

Aos poucos a equipe do Brasil foi se acertando e passou a dominar o jogo. Neymar e principalmente Oscar passaram a comandar as ações brasileiras.

Foi justamente com a dupla que saiu o primeiro gol brasileiro na Copa de 2014. Oscar brigou no meio e passou para Neymar. O camisa 10 avançou (um tanto fominha) e na entrada da área bateu cruzado, meio mascado. A bola foi mansinha no pé da trave e pra rede. Achei que era uma bola defensável pro tal Pletikosa, goleiro mão-de-alface croata. O primeiro tempo ainda teve alguns ataques brasileiros mas o placar não se alterou.

No segundo tempo a Croácia voltou melhor e o Brasil não conseguia mais chegar ao gol adversário. Felipão chegou a trocar Paulinho por Hernanes e Hulk por Bernard, sem alteração significativa no modo de jogar da equipe.

E foi o jogador mais apagado do time, Fred, que protagonizou a primeira polêmica da Copa. Assim como faz no Campeonato Brasileiro, o centroavante do Flu recebeu de costas para o gol, sentiu o braço do zagueiro croata e desabou na área. Para mim e para o resto do mundo, não foi nada. Apenas Felipão (disse na coletiva) e o juizão japonês acharam pênalti. E como o juiz é soberano, bola na cal. Neymar batel mal, mas o u chute foi suficiente para mudar o placar: 2 x 1 Brasil.

O jogo caminhava para o final e a Croácia partiu com tudo ao ataque. Não me surpreenderia se chegasse ao empate. Mas aos 45 do segundo tempo, numa roubada de bola no meio campo de Ramires (que entrou no lugar de Neymar), Oscar conduziu no meio de 3 croatas e, da entrada da área, mandou um biquinho a la Romário e decretou o placar final: 3 x 1 Brasil, coroando a excelente partida do meia do Chelsea.

No fim, o placar não representou o que foi o jogo. A Croácia não mereceu perder de 3 mas o pênalti Madrake em Fred proporcionou isso. Mas foi uma estréia boa para o jovem time de Felipão. A vitória de virada serviu para quebrar a tensão de jogar a Copa em casa. Os dois gols de Neymar mostram o quão importante ele será para o time e que sim, ele pode ser um dos nomes do Mundial.

Na minha opinião, Brasil, Espanha, Argentina e Alemanha são os favoritos. Minha final? Brasil x Argentina.

E que venha o Hexa!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s