Mega da Virada


Mega da Virada

Acordei para o último dia do ano e a sensação foi a mesma dos outros 364 dias. Nada me fazia sentir que aquele seria um dia especial. Era apenas o último dia de 2013. À meia-noite os calendários seriam trocados e começaria 2014.

Mas por volta das 20:00 haveria o sorteio da Megasena da Virada. Mais de R$ 200 milhões!

Dias antes, fiz uns joguinhos, só por desencargo. Números aleatórios que apareceram na mente naquele momento. Nada de idade de Cristo, ano que a vó nasceu, idade do primeiro beijo, essas coisas. Foram só números espalhados na cartela, de maneira mais ou menos regular, pra não privilegiar um quadrante específico.

Nem assisti ao sorteio na TV. Estava acompanhando a família na preparação da ceia de Ano Novo, me preparando para o último banho do ano ou outra coisa mais importante.

No dia seguinte, primeiro dia de 2014, abro a internet e a primeira coisa que salta na tela, num portal de notícias, é que a Mega da Virada teve apenas um ganhador, que levou R$ 220 milhões. Parodiando os Engenheiros do Havaí: presto atenção nos números e eles não me dizem nada! Na verdade, são bem comuns.

Por desencargo, pego o comprovante da lotérica e confiro os meus números. O primeiro, o segundo. No terceiro, alguma coisa acontece! O quarto, na sequência, já faz o coração bater mais forte. O quinto cravado provoca um pequeno zumbido no meu ouvido. Ao conferir o sexto e último, já estou suando frio, a pressão deu uma caída, mas a consciência ainda está ligada. Confiro novamente, pois devo ter cometido algum erro. Não, está tudo certo. Os números da tela, as dezenas sorteadas são as mesmas que eu joguei. Acertei sozinho a Megasena de 200 milhões de Reais!!!!

E agora? Engraçado que a gente passa a vida toda jogando, apostando, querendo ganhar. E sempre imagina o que vai fazer com o dinheiro. Comprar casa, viajar, trocar de carro… Mas e no exato momento que a gente ganha, faz o quê? Corre pra rua gritando que ganhou? Não é um atitude prudente. Liga pros amigos, conta pros parentes? Liga no trabalho e avisa que não vai no dia seguinte? Fico imaginando continuar acordando 6 da manhã, indo pegar o ônibus e pensando que tenho duzentos milhões na conta.

Nas trezentas vezes que me imaginei ganhando uma bolada, estipulei um valor mínimo de prêmio para largar o emprego. A partir de 5 milhões, largava o trabalho e pensaria o que fazer. Bom, ganhando 40 vezes mais, era meio óbvio que ia parar de trabalhar. Mas sob qual alegação? O que falar para o pessoal do escritório? Estou indo embora porque ganhei na Mega da Virada? Podia contar pra um ou dois, os mais chegados. Mas e o resto? Ia ter festa de despedida? Discurso? Nem pensar!

Na conversa com o RH, ia falar que depois de tantos anos, arrumei coisa melhor? Ou falar a verdade? Olha, estou saindo porque ganhei na Megasena e quero sumir por uns tempos.

A questão é: minha vida vai mudar (já mudou, a partir do momento que eu conferi os números) e para quem que a gente avisa?

A primeira pessoa, claro, é a esposa. Esconder uma informação desse tipo vale um divórcio no ato, além de automaticamente passar metade do prêmio para ela. Isso se o advogado não tirar mais um pouco, alegando danos morais!

Mas como avisar a esposa?

–       Meu amor, bom dia! Olha só que coisa, sabe a Megasena? Só teve um ganhador!

–       Só um? Que sorte, hein? De onde?

–       Daqui de casa!

E ela ri na minha cara.

Tento mudar a estratégia.

–       Meu amor, é verdade! Olha os números que saíram!

–       Agora olha os que eu joguei!

Começamos a nos entender. Ela desaba no sofá, começa a suar e pergunta:

–       Quanto é o prêmio?

–       Duzentos e vinte milhões!

–       E você foi o único ganhador?

–       É o que foi noticiado!

–       Ai meu Deus! E agora?

Pois é, e agora? Vi em alguma reportagem que se deixar o dinheiro na poupança, paradinho, vai render cerca de um milhão por mês! Um Milhão!!!

Bom, como hoje é feriado, primeiro de janeiro, não dá para ir ao banco.

Combinamos de ir no dia seguinte. Ou melhor não? Deixar para a outra semana, com a cabeça mais fria, já pensando no que fazer?

E onde devo ir para receber o dinheiro? Qualquer agência da Caixa? Ou em uma especial? Na sede? Na prefeitura? O que fazer quando chegar lá? Pega uma senha para ir no caixa? Acho que não deve ter a opção “Requisitar prêmio de loteria”. Devo falar com algum atendente? A impressão é que quando o pessoal conferir tudo, começa a chuva de papel picado, aparecem dançarinos do teto, música alta e todo aquele povo do banco faz fila para dar os parabéns!

Bom, não foi nada disso. Só o gerente da agência falou conosco, deu os parabéns e agiu discretamente. Tive que abrir uma conta para receber o dinheiro. Acho que não dava para fazer um DOC para a minha conta em outro banco! Pelo menos não um DOC de 200 milhões.

Saindo da Caixa, a sensação era que o pessoal do banco colocou um cartaz nas nossas costas. Ganhador da Megasena! Parecia que todos apontavam para nós, que todos seguiam a gente. E se o pessoal do banco tem algum esquema e nos sequestra? Será que eram confiáveis? Vamos ter que contratar seguranças?

Sem nos darmos conta, começaram a surgir problemas que não tínhamos quando erámos pobres.

Um milhão por mês na poupança quer dizer que a cada dia, o dinheiro rendia R$ 33 mil, ou R$ 1400 por hora! Isso sem fazer nada. Só deixando ele paradinho lá na conta!

Bom, antes de tudo, de tomar uma decisão precipitada, tirei umas folgas do trabalho e resolvemos viajar. Um mês longe de tudo deve fazer a mente trabalhar melhor.

E é isso. Escrevo esse texto de Paris, em um café na Champs-Elysées. Andei vendo preço de imóveis por aqui e está mais em conta que o Rio de Janeiro. Talvez fique por aqui. Resolvi dar entrada na cidadania italiana. Conhecendo as pessoas certas, acho que o resultado sai antes dos 90 dias a que tenho direito a ficar na Europa como turista. Seria bom só aprender francês. Mas acho que tenho tempo.

Dinheiro eu sei que tenho!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s